Yoga para todos

Nas palavras de Sri Krishnamacharya, “Se você pode respirar, você pode praticar yoga”. Certamente os alunos mais velhos têm necessidades diferentes e vamos abordar estes aqui, o Yoga na Terceira Idade.

Há uma arte ao envelhecimento graciosamente e não há ninguém melhor para ensinar isso do que um senior. Há um equívoco nas aulas de Yoga e aplicar Asanas mais suave ou colocar mais ênfase na respiração para alunos mais velhos.

O termo “Yoga Suave” é muitas vezes usado para descrever classes para alunos mais velhos. Este termo é muitas vezes incompreendido e confundido com yoga restaurativa que é uma prática completamente diferente. Não é necessário simplificar a prática para os alunos mais velhos.

Em uma aula direcionada para pessoas que estão na terceira etapa da Vida, o foco dos Asanas (posturas de Yoga) deve ser realizado pra atender as cinco maiores necessidades deste público:

 

Mobilidade da coluna vertebral

A função da coluna vertebral é para alongar e é nesse alongamento que a elasticidade e juventude são recuperadas. Esta não é uma batalha contra a velhice, mas sim uma retomada da elasticidade original da coluna vertebral. A coluna vertebral é capaz de se mover em cinco direções – frente, para trás, para os lados, ligeiramente para cima e rotação. É importante que uma aula Yoga tenha uma combinação desses movimentos

 

Fortalecer o Core

A prática de yoga é frequentemente associada a flexibilidade, mas o aspecto mais importante é a estabilidade. A manutenção de um núcleo forte (músculos não apenas abdominais) irá proteger e apoiar a parte inferior das costas, ligar a parte superior e inferior do corpo e fazer toda a estrutura mais equilibrada, estável e eficiente.

 

 

yoga-929855_1280

 

Equilíbrio

A capacidade de equilíbrio diminui com a idade. Uma queda pode ser devastadora para as pessoas mais velhos, tanto física quanto mentalmente. É importante trabalhar continuamente para manter ou desenvolver a capacidade de equilíbrio.

 

Manter a flexibilidade

Este é mais sobre a capacidade de realizar tarefas diárias com o mínimo desconforto do que a capacidade de colocar um pé atrás da cabeça. Os alunos simplesmente querem ser capazes de sentar-se ao chão para brincar com os netos ou o animal de estimação e acordar de manhã sem a sensação de rigidez e sem uma dor no ombro.

 

Sincronizando respiração e movimento

Estar conectado à respiração enquanto realiza a prática e seguindo o modo de funcionamento da coluna vertebral durante o processo de respiração permite aos alunos compreender seus corpos. A expansão do corpo durante a inalação e alongamento durante a expiração, proveniente da coluna vertebral é a base de uma boa prática.

Alguns alunos preferem trabalhar sentado em uma cadeira e usando a cadeira de apoio. É importante compreender as necessidades e limitações individuais e desenvolver uma prática que funciona.

É importante para os alunos mais velhos comunicar suas necessidades para o professor e informá-los se algo está causando desconforto ou dor.  Um bom relaxamento no final da aula, com mantra e respiração suave permite a absorção final dos ensinamentos que o Corpo e a Mente receberam na prática.

 

yoga-1434787_1920

 

Se você está na Terceira Idade da Vida e gostaria de conhecer mais sobre o Yoga, experimente fazer uma aula em algum estúdio de Yoga próximo e boa prática!

Namastê.

Share:
Paolla Nobrega

Paolla Nobrega

LIFE & WELLNESS COACH - Terapeuta holística e se dedica há mais de dez anos ao Ser humano de forma integrada, fazendo uso das Terapias Alternativas. Formada em Medicina Tradicional Chinesa pelo Instituto Sino-brasileiro de Acupuntura e Moxabustão, tem especialização em Dietética Chinesa e Fitoterapia Chinesa. Certificada pela Standford University em Micro and Macronutrients on Nutrition. Professora de Yoga, formada pela Universidade Castelo Branco em parceria com o Instituto Hindú Shaivagama de Yoga. Astróloga, formada pela URANTIAM.

Deixe uma resposta